lei-fashion-vitoria-moda-desfile-marci-1

Direção criativa, Direção de desfile e Styling: Copa Consultoria

Beleza: Vickie Júnior

Inspirações: Ruas de Milão, Paris e Barcelona

Materiais: seda, renda gripure e linho

Cores: Branco, preto, laranja e turquesa

Fotografia: Elias Silva

Sobre: A mulher que veste Marcí gosta de arte por isso haverá duas estampas da artista capixaba Bianca Romano na passarela. O vestidos estão super femininos e os tecidos contam com print digital.

A coleção conta com um mix de tecidos sofisticados como renda guipure, seda pura e linho. A essência da marca estará presente no desfile, que é vestir uma mulher muito feminina e nada básica. Carro-chefe da Marcí, a estamparia aparece em versões exclusivas como mistura de animal print com flores e outras que foram feitas à mão no papel pela estilista, baseadas nos vitrais e borboletas do Parque Güel, de Gaudí e dos florais de Van Gogh. A artista plástica Bianca Romano foi convidada pela marca e participa assinando duas estampas de bicicletas francesas, chamadas de draisines. A inspiração de Marcí veio das cidades Milão, Barcelona e Paris. Pontos icônicos como a Torre Eiffel, o Moulin Rouge e Las Ramblas de Barcelona fazem parte das estampas.

“A mulher Marcí quer estar chic nesse verão. Ela gosta de arte, por isso teremos estampas da artista Bianca Romano. Além disso, os vestidos estão super femininos. Os tecidos contam com print digital, que são, ao mesmo tempo, modernos e sofisticados”, exemplificou a estilista.

Em relação à modelagem, as roupas contêm babados nas mangas e o comprimento longo, sempre adotado pela marca, estará presente em saias, vestidos e macacões. A passarela vai mostrar vestidos lady likes, shirt dress, batas e camisas de botão. As cores predominantes são a dupla branco e preto, laranja e turquesa. Tons de amarelo e rosa aparecem também tem espaço.

MARCÍ | VITÓRIA MODA | VERÃO 2015 Direção criativa, Direção de desfile e Styling: Copa Consultoria Beleza: Vickie Júnior Inspirações: Ruas de Milão, Paris e Barcelona…

lei-fashion-vitoria-moda-desfile-carvalho-bambu-4

Direção criativa: Marcelo Zantti

Direção de desfile: Glauro Simões

Styling: Futurista Minimal.

Beleza: Pele Iluminada, penteado simples e gráfico e foco nos olhos e sombraçelhas marcadas.

Inspirações: Arte Minimalista e a Arqueitetura Contemporânea

Materiais: Seda, Linho, Algodão, Gripures e tules.

Cores: Branco, Preto, Dourado e pontos de luz em turqueza e Flúor

Fotografia: Elias Silva

Tema: The Minimal Effect

Inspirada na arte minimalista e na arquietura contemporânea, a Carvalho Bambu apresentou sua coleção de AltoVerão 15 envolvida numa atmosfera artística. De Mondrian a Sol LeWitt, de Manhattan a Dubai, a essência minimalista é adequada ao DNA exuberante da marca, que brinca com essa união entre o clássico e o novo, que se misturam para criar uma estética sofisticada, urbana e com ares futurista!

CARVALHO BAMBU | VITÓRIA MODA | VERÃO 2015 Direção criativa: Marcelo Zantti Direção de desfile: Glauro Simões Styling: Futurista Minimal. Beleza: Pele Iluminada, penteado simples e gráfico e foco nos olhos e sombraçelhas marcadas.

vitoria-moda--desfile-cobra-dagua-2

Direção Criativa: Célia Vieira

Direção de desfile: Copa Consultoria

Fotografia: Kias Benaducci

Styling: Carlos Farias

Beleza: Equipe Vickie

Inspirações: A marca buscou inspiração no verão, estação que melhor representa o lifestyle da marca. Os looks aparecem com uma pegada fashion, influenciada pela moda anos 50.

Materiais: Neoprene, flamê, sarja, lycra e microfibra com elastano.

Cores: Azul, amarelo, laranja e branco.

Sobre: – A Cobra D’agua buscou inspiração na estação mais quente do ano, o verão, com influencias nos anos 50.

A proposta é dar destaque aos looks praianos que tão bem representam o estilo da marca, mas com apelo da semi alfaiataria.

O ponto alto do desfile fica por conta da apresentação da banda Macucos, que deve iniciar o desfile com a música O Cobra D’agua, que foi composta especialmente em homenagem à marca.

COBRA D’ÁGUA | VITÓRIA MODA | VERÃO 2015 Direção Criativa: Célia Vieira Direção de desfile: Copa Consultoria Fotografia: Kias Benaducci Styling: Carlos Farias Beleza:

vitoria-moda--desfile-amabilis-1

Pensado para atender a mulher moderna nas mais diversas situações, traz opções confortáveis para o dia a dia corrido, shapes sensuais para a noite e momentos de leveza para os fins de semana.

Os tons vermelhos e alaranjados traduzem as temperaturas elevadas da estação.

Os azuis trazem elegância e frescor.

Os metalizados conferem à coleção uma pitada de ousadia.

A estamparia mescla referências formais da gravataria com a rusticidade do batik indonésio.

A gravataria faz referência ao tradicional trabalho de alfaiataria da Amabilis, que está ainda mais moderno, com referências esportivas, aplicadas em tecidos super confortáveis e práticos.

O batik indonésio traz o frescor do verão, com seus florais e formas orgânicas, mesclados com caimentos leves e transparências sutis.

A feminilidade é exaltada em shapes curvilíneos e babados pontuais, que transferem para as peças as curvas do corpo.

Tudo isso sem deixar de lado a praticidade, conforto e qualidade que sempre norteiam as coleções da Amabilis!

Estilo: Robson Santos e Luiz Guidoni

Produção: Elisa Euzébio/Copa consultoria

Direção Criativa: Copa consultoria

Direção de desfile: Copa consultoria

Beleza: Vickie jr.

Fotografia: Kias Benaducci

AMABILIS | VITÓRIA MODA | VERÃO 2015 Pensado para atender a mulher moderna nas mais diversas situações, traz opções confortáveis para o dia a dia corrido, shapes sensuais para a noite e momentos de leveza para os fins de semana.

vitoria-moda--desfile-clutch-37

Com inspiração na natureza, a marca apresenta uma coleção sexy, jovem e feminina. A selva africana, idealizada como ‘AfrikaLand’, foi traduzida a partir de formas e estampas de plantas e animais diversos, deixando a sensualidade nas fendas e decotes.

O continente marcado pelos sons, exotismo e cores vibrantes, inspirou as peças, que trazem um pouco da história de um povo rico em cultura por suas crenças e religiões. Enfim, um continente que se resume em um forte estilo e muita personalidade.

A silhueta é bem marcada na cintura, as saias são por vezes amplas, com destaque no evasê. Os decotes são mais quadrados e deixam uma sensualidade aparente.

Os recortes vieram com força, evidenciando as costas e as laterais do corpo.

Os vestidos são a grande sensação da coleção, variando de modelagens pouco habituais em todos os comprimentos. As calças e os shorts, bem como as blusas, foram explorados mantendo a linha da coleção.

Nos tecidos, destaque nas estampas exclusivas em tecidos fluidos e nas rendas.

Direção criativa: Mari Vieira

Direção de desfile: Mari e Juliana Vieira

Styling: Copa consultoria

Beleza: Vickye Junior

Inspirações: Segue em anexo no release

Cores: Fortes e Vibrantes. O verde e amarelo estão em bastante evidencia nas estampas.

Fotografia:  Kias Benaducci

CLUTCH | VITÓRIA MODA | VERÃO 2015 Com inspiração na natureza, a marca apresenta uma coleção sexy, jovem e feminina. A selva africana, idealizada como ‘AfrikaLand’, foi traduzida a partir de formas e estampas de plantas e animais diversos, deixando a sensualidade nas fendas e decotes.

vitoria-moda--desfile-surreal-17

Imersa na cultura pop, tropical, e de total experimentalismo estético, a Tropicália, movimento de contracultura brasileira da década de 60, torna-se inspiração para nova coleção verão 2015 da Surreal.

Mistura e ousadia – assim como nos acordes musicais da Tropicália – são palavres de ordem da coleção. O espírito jovem e aventureiro e plural da época é traduzido em uma coleção livre e sem preconceitos de ordem estética. Nela, dividem espaço, referências à fauna e flora brasileira, à leveza e fluidez do movimento hippie e à toda feminilidade do “New look” dos anos 50.

Os opostos nunca se atraíram tanto, numa coleção que apresenta, numa verdadeira “geléia  Surrela” a genuína tropicalidade Brasileira. Misture, ouse, TROPICALHE!!

SURREAL | VITÓRIA MODA | VERÃO 2015 Imersa na cultura pop, tropical, e de total experimentalismo estético, a Tropicália, movimento de contracultura brasileira da década de 60, torna-se inspiração para nova coleção verão 2015 da Surreal.